Camas Criativas

Compartilhe
Apesar de parecer algo automático, arrumar a cama pode influenciar na decoração do quarto. ADRIANA FRATTINI, diretora de estilo da Casa Vogue, e a equipe de experts da Trousseau, ministraram o workshop Camas Criativas, em que ensinaram truques práticos (e infalíveis) para facilitar o dia a dia de acordo com a personalidade de cada um. 
                

Dizem que passamos 1/3 de nossas vidas dormindo…Então vamos dormir muito bem, certo? Cama boa mesmo é aquela nem tão arrumada, nem tanto bagunçada. E sempre cheirosa! Camas muito grandes exigem maior número de travesseiros e almofadas. Camas menores bastam dois travesseiros comuns. A cama costuma ocupar até 90% do espaço do dormitório, então é importante que a sua seja de tamanho adequado ao seu espaço.
Atenção ao conjunto de lençóis: não misture jogos de cama, mantenha a harmonia. Uma cama bem arrumada é essencial ao seu bem estar dentro do dormitório. Não é à toa que energeticamente falando, o dia começa melhor se arrumarmos a nossa cama. Imagina se ela estiver harmoniosa visualmente, maravilha!

 

Lençóis macios? A partir de 200 fios já podemos considerar maciez. Bem passados? Existem truques de camareiras muito úteis que vou te ensinar. Ou melhor, vou passar esta dica valiosa da Trousseau – prepare duas partes de água para uma de álcool em um borrifador. Borrife sobre os lençóis e travesseiros já organizados na cama, alise com a palma da mão e verá que ficarão perfeitos. Parecendo uma cama de hotel.

 E para acomodar as almofadas e mantas, na hora de dormir? Vale à pena criar dentro do próprio dormitório um Mudroom:

Encerrando o primeiro post de 2018 com algo para você pensar!

SANTA CASA

O que torna um lar um lugar sagrado? Segundo a MONJA COEN ROSHI não são os móveis, as cores nem os objetos. É o nosso comportamento, nossa energia, nosso respeito e amor ao próximo. A fluidez também foi ressaltada na fala de COEN numa palestra do Casa Vogue Experience 2017. “Nada é fixo, permanente e, portanto, nosso lar precisa ser flexível”, destacou a monja, recomendando mudanças de hábitos tão simples quanto significativas: “Que tal mudar os quadros, trocar as flores e as almofadas do seu quarto de acordo com a estação?” E ainda sugere alguns minutos de silêncio ao retornarmos para casa no final do dia, afinal, “você não é o mesmo que saiu pela porta naquela manhã”.
Um grande abraço à você e o desejo de um FELIZ 2018! 

Ana Lore Miranda

arquiteta – urbanista – iluminadora

CAU/RS 12286-6

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para o topo